Federação de Judô de Mato Grosso do Sul

Federação de Judô de Mato Grosso do Sul

GRAND PRIX DE JUDO PARA CEGOS E DEFICIENTES VISUAIS

RESULTADOS CAIRA/ MS NO GRAND PRIX DE JUDO INFRAERO DE JUDO PARA CEGOS E DEFICIENTES VISUAIS II ETAPA 2010

TECNICOS:
JANSSER LORIMER
HELIO CENTURIOM

CHEFE DE DELEGAÇAO :
YARA HELENA YULE – PRESIDENTE CAIRA/MS

ATLETAS:
VICTORIA SILVA – CAMPEA – 70 KG PESO MEDIO
HORTENCIA CEBALLOS – 3º LUGAR -48 KG PESO LIGEIRO
PAMELA MATHIAS – 3º LUGAR -57 KG PESO LEVE
ROSEMEIRE CASTILHO- 3º LUGAR + 70 KG PESO PESADO

RESULTADO POR EQUIPES:
CAIRA 3º LUGAR FEMININO

RESULTADO GERAL
1º CESEC SP
2º ADVIMS – MS
3º JUDO LARA – RJ
4 -ºBENJAMIN CONSTANT
5º CAIRA – MS

Seleção Brasileira será definida baseada no GP
Terminou neste sábado o Grand Prix Infraero de Judô para Cegos

Meninas medalhistas no último Mundial confirmam favoritismo, vencem, e dão um passo importante para a convocação. Entre os homens, a disputa foi acirrada e revelou promessas

Máxima concentração. Essa foi uma das palavras que definiu o momento antes dos atletas entrarem nos tatames. Com objetivo de serem convocados para a Seleção, para disputar os Jogos Mundiais da IBSA, na Turquia, os principais judocas brasileiros disputaram o Grand Prix Infraero de Judô para Cego neste sábado, 12 de novembro, na Andef, em Niterói (RJ).

Se de um lado a preparação exigiu foco, a comemoração dos atletas cegos ou com baixa visão animou o ginásio da Andef. Após conquistarem a vitória, a maioria gritava e vibrava com a possibilidade de convocação.

Participaram da competição 23 clubes, de 12 estados. Dentre os cerca de 150 atletas, alguns nomes brilharam, como Lúcia Teixeira, Daniele Bernardes, Michele Ferreira e Victória Silva.

“O que vimos aqui nos anima para o Mundial mas vai além disso. As meninas confirmaram que continuam sendo o destaque brasileiro, mas vimos alguns nomes com medalhas, oriundo das Paraolimpíadas Escolares. Isso significa uma renovação da modalidade no país, o que nos deixa com boa expectativa para Londres e principalmente para o Rio 2016”, avaliou Jaime Bragança.

Victória Santos, uma das apostas da coordenação técnica, mais uma vez venceu. A garota de 17 anos mostrou maturidade na hora da luta e venceu Kelly Assis.Com medalha de prata no Mundial de Jovens, bronze no Parapan-Americano de Jovens e prata no Mundial de Adultos da Turquia, a jovem Victória Silva, de 17 anos, não escondeu a expectativa de confirmar o nome na lista do próximo Mundial.“Eu penso em vencer cada etapa. Quero ir para o Mundial e também ir a Londres 2012. O trabalho está sendo feito diariamente, com muito treino. Essa competição é fundamental, espero que dê tudo certo para mim”, disse Victoria, que foi Campeã nas duas etapas do Grand Prix

O shiai-jô, área de luta, foi palco de boas lutas também entre as equipes. Em primeiro lugar, no feminino, ficou a equipe do IBC, do Rio de Janeiro seguido da Adervirn, (RN), do Judô Clube Lara (RJ), e do Cesec (SP). No pódio por equipes masculino, o campeão foi o Cesec, seguido da Adivims (MS), da Advibel (MG) e do Caira (MS).

Jansser Lorimer
Coordenado de Judo CAIRA / MS
fonte: CAIRA – CPB

Compartilhe essa Notícia:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *