Federação de Judô de Mato Grosso do Sul

Federação de Judô de Mato Grosso do Sul

BRASILEIRO SUB 23 TEM ATUAÇÃO INÉDITA DA ARBITRAGEM

Brasileiro Sub 23 é o primeiro a ter sistema de vídeo replay – 17/07/2010

O Campeonato Brasileiro Sub 23 acaba de ficar marcado na história dos eventos do calendário da Confederação Brasileira de Judô ao ser o primeiro torneio deste tipo a receber o sistema de vídeo replay, o mesmo utilizado pela Federação Internacional de Judô nos maiores campeonatos do planeta, como mundiais, grand slams e copas do mundo.

A iniciativa do presidente da Confederação Brasileira de Judô, Paulo Wanderley Teixeira, e do seu departamento de Tecnologia da Informação, visa aumentar o padrão dos eventos nacionais promovidos pela entidade.

“O campeonato ganha em credibilidade e tranquilidade”, avalia o presidente do Conselho Nacional de Arbitragem da CBJ, José Pereira. Isto é um tremendo avanço nos campeonatos brasileiros, com a CBJ seguindo o que a FIJ já faz nos seus grandes eventos”, completa Pereira.

O equipamento de vídeo replay fica posicionado na mesa de comissão de arbitragem, onde ao lado de Pereira estão o árbitro FIJ A Jefferson Vieira e o árbitro Continental Edilson Roboldi.

“Já tivemos solicitações e usamos o equipamento algumas vezes. Ele faz com que o treinador haja com menos emoção na hora de fazer uma reclamação para o árbitro, pois sabe que o questionamento dele será avaliado por uma banca”, afirma Pereira.

O vídeo replay funcionada da seguinte forma: cada área possui um computador com um sistema de captura da luta e armazena os dados. A imagem é passada com um retardo de alguns segundos, permitindo consulta em qualquer momento do combate.

Compartilhe essa Notícia:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *