ATLETAS DE JUDÔ TERÃO CARTEIRINHA ESPECIAL

A Confederação Brasileira de Judô dá início nesta semana a um novo sistema de cadastramento dos judocas de todo o país. O sistema, chamado de Hajime, deverá estar em plena atividade dentro de dois meses. Nesta primeira fase, haverá um cadastro de clubes/academias, que passarão a cadastrar os seus respectivos atletas. O cartão de identificação será necessário para todas as competições nacionais, sendo adotado primeiro em eventos de categoria de base. Com ele será possível confirmar a participação no evento, credenciamento e pesagem, tudo através de um número de identificação específico por associado. A nova identificação terá selos que corresponderão à graduação do judoca. O cartão será emitido na CBJ e enviado diretamente para o atleta. Os selos poderão ser trocados nas federações, a cada promoção de faixa. "Um módulo definido como controle da prática, dentro do sistema, fará o controle de carências dentro de cada grau, indicando ao professor o período correto para a aplicação do exame de faixa", diz Fábio Vasconcelos, responsável pelo setor de tecnologia da informação da CBJ.

Link permanente para este artigo: http://www.fjms.com.br/?p=714

1 comentário

    • Ismael Galvão em 3 de junho de 2017 às 19:02
    • Responder

    Já faz muito tempo que não treino nem participo de competições.
    parei por motivos de trabalho e saúde mas hoje me encontro na Bahia
    e não estou cadastrado no sistema e não sei o porque. sou de João Pessoa PB
    Minha antiga academia esta fechada e não consigo encontrar meu antigo professor, já tentei entrar em contato mas nada.
    tenho uma graduação de faixa preta, me graduei no final de 2008.
    hoje quero voltar a treinar mas não consigo comprovar minha graduação o que eu faço?

    Desde já agradeço a atenção.

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com