Federação de Judô de Mato Grosso do Sul

Federação de Judô de Mato Grosso do Sul

Logo-FJMS200x200-1.png

ÁRBITRO “MARANHÃO” SE APOSENTA DA ARBITRAGEM DE JUDÔ

Após três olimpíadas, Emmanuel Mattar dá adeus à arbitragem – 05/08/2010

O árbitro mais importante da história moderna do judô brasileiro deu adeus às competições no último sábado em grande estilo. O FIJ A Emmanuel Mattar encerrou sua carreira dentro do tatame após 37 anos de dedicação à arbitragem atuando na final da Copa do Mundo por Equipes, em Salvador, no duelo entre Japão e Coréia do Sul.

Maranhão, como é conhecido no judô, tem um vasto currículo. Foram três olimpíadas, oito mundiais sênior, cinco mundiais sub 20, cinco jogos pan-americanos, duas copas Jigoro Kano, entre outros. A Confederação Brasileira de Judô irá usar a experiência de Emmanuel para cursos e palestras pelo país.

“Chegou a hora. Agora vou contribuir de outra forma, abrindo espaço para os mais jovens. Hoje sei que, se não tivesse o incondicional apoio e incentivo da minha estimada família, composta pela incansável Graça, esposa fiel escudeira e amiga que tão bem compreendeu os momentos de ausências involuntárias do convívio familiar; e, como também, das minhas filhas Roberta, Renata e Rafaela, não teria aqui a quem fazer o maior e mais sincero agradecimento de minha vida. Parto agora para novos desafios”, diz Emmanuel, que também agradeceu a confiança do presidente da CBJ, Paulo Wanderley Texeira.

“Ao grande amigo e presidente da CBJ, professor Paulo Wanderley Teixeira, com quem tive a honra de trabalhar como diretor de arbitragem, agradeço a confiança depositada e gratidão pelo aprendizado dos valores éticos e sociais que o Judô me proporcionou”.

Compartilhe essa Notícia:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *