Federação de Judô de Mato Grosso do Sul

Federação de Judô de Mato Grosso do Sul

Logo-FJMS200x200-1.png

JUDÔ RECOMPENSADO PELO COI POR SEUS ESFORÇOS

Judô recompensado por seus esforços

Foi isso o que o Conselho Executivo da Comitê Olímpico Internacional reconheceu na última quarta-feira (29/5) em São Petesburgo às margens da Convenção SportAccord, impulsionando a importância do judô no grupo dos esportes olímpicos

Os esportes olímpicos são qualificados em categorias que determinam a distribuição das receitas da Olimpíada para as Federações Internacionais. Até agora posicionado no final da classificação do COI, a FIJ passou a fazer parte do terceiro grupo, o que representa um crescimento nunca antes atingido pelo judô internacional no passado.

“É um marco que recompensa os anos de esforço. Nosso time tem lutado desde 2007 para que o judô seja reconhecido por seus valores esportivos, bem como por sua dimensão educacional. Hoje, eu gostaria de agradecer a cada pessoa envolvida com o judô ao redor do planeta, porque esse significante crescimento em nosso status dentro da família olímpica é resultado do trabalho de todos. Eu também gostaria de agradecer às Federações Nacionais, Continentais, a todos os comitês organizadores com os quais estamos trabalhando nos cinco continentes para que organizemos nossos eventos, a nossos patrocinadores e parceiros e à mídia. Também estenderei meus mais sinceros agradecimentos aos membros do Comitê Executivo da FIJ e ao estafe da nossa federação que não poupou esforços”, disse o presidente Marius Vizer após a decisão do COI.

Desde a eleição de Marius Vizer para comandar a Federação Internacional de Judô, em 2007, o esporte sofreu profundas mudanças. De um esporte considerado pouco importante até alguns anos atrás, o judô tornou-se um dos mais influentes esportes na família olímpica.

Enquanto que em 2007 a FIJ costumava organizar um Campeonato Mundial a cada dois anos, a federação, agora, tem sob sua responsabilidade um Circuito Mundial com mais de 20 eventos de grande importância por ano, os quais são transmitidos para mais de 150 países. Nos últimos Jogos Olímpicos, em Londres, 137 Estados tomaram parte no torneio de judô e mais de 20 deles designaram um judoca para empunhar a bandeira de sua delegação durante as Cerimônias de Abertura e Encerramento dos Jogos.

“Ainda temos trabalho pela frente e é o que nosso time continuará a fazer”, prosseguiu o presidente Vizer, “Mas, hoje, podemos ficar orgulhosos do trabalho que tem sido executado até aqui e dos resultados que foram obtidos. A decisão do COI terá um impacto financeiro positivo em nossa federação e irá aumentar ainda mais nosso desejo de progredir para o benefício, não só do judô, como do esporte em geral”, completou o presidente da FIJ.

Compartilhe essa Notícia:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *