Federação de Judô de Mato Grosso do Sul

Federação de Judô de Mato Grosso do Sul

SITE CAMPO GRANDE NEWS PUBLICA MATÉRIA SOBRE O JUDÔ

Após bronze olímpico de Baby, judô aposta em “novo tempo” em MS

“Manter o crescimento do judô em Mato Grosso do Sul”. Esse é o objetivo da nova diretoria da federação local, que assume a função num momento considerado por muitos o melhor da modalidade no Estado.

A nova diretoria é encabeçada pelo presidente Marcos Antônio Moura Cristaldo, que foi secretário de Meio Ambiente de Campo Grande, na gestão do ex-prefeito Nelson Trad Filho (PMDB). Agora o desafio é corresponder às expectativas dos filiados que elegeram Cristaldo por unanimidade. A federação conta com 27 agremiações.

Até sem querer o momento ajuda o judô sul-mato-grossense. A medalha de bronze conquistada pelo campo-grandense Rafael Silva, o “Baby”, nas Olimpíadas de Londres do ano passado colocou o nome do Estado em exposição.

O último grande passo foi à mudança da judoca Ana Carla Rios Grincevicus de Campo Grande para Belo Horizonte. A atleta deixou a capital sul-mato-grossense para encarar novos desafios pelo Minas Tênis ainda em 2012.

Atualmente integram a seleção brasileira de judô, as atletas Ana Paula Prates, Layana Colman, Camila Gebara, Ana Paula Moraes, a própria Ana Carla e Felipe Alves. Todos foram convocados pela CBJ (Confederação Brasileira de Judô) e estão fora do Brasil disputando o Circuito Europeu nas categorias sub-18 e sub-21.

Para o técnico Alessandro Souza Nascimento, os frutos foram plantados nos últimos oito anos pela administração de César Paschoal. “O judô cresceu 100%. Espero que o Cristaldo faça o mesmo, deixe os profissionais trabalhar e colha os frutos. A escolha dele foi unanime, estamos de braços aberto”, diz o treinador.

A reeleição do vereador João Rocha (PSDB) como vice-presidente da CBJ também reforça o crescimento do esporte no Estado. “Sempre nos ajudou. Acredito que o melhor sempre está por vir. Mato Grosso do Sul não está forte, está muito forte”, cita o treinador Marcos Moura.
Camila Gebara, no alto do pódio, é medalha de ouro no Circuito Europeu (Foto: Divulgação)Camila Gebara, no alto do pódio, é medalha de ouro no Circuito Europeu (Foto: Divulgação)

Para Moura o avanço se deve ao trabalho realizado nas academias. “É a competitividade dos professores. Aqui é fortíssima. Não pode relaxar que a resposta vai estar no outro campeonato. A vontade de vencer dos treinadores passa para os atletas”, destaca.

O treinador conhece Cristaldo desde quando ainda eram atletas e competiam pelo Estado. “Somos contemporâneos. Depende agora do trabalho dele”, diz. Moura também dá dicas para que a administração seja coerente com os resultados obtidos. “Tem que fazer bem o meio-campo, o César minimizava os problemas com educação e conseguia resolver os problemas. Tinha bom trânsito com todas as academias e resolvia bem as crises. É o que a gente espera do Marcos, todo mundo quer vencer”, ressalta.

A primeira competição realizada sob comando de Cristaldo aconteceu no último final de semana, em Campo Grande. Mais de 700 atletas disputaram o Torneio Início no ginásio Guanandizão. A competição foi à primeira seletiva para os atletas que buscam chegar a seleção estadual.

“Estamos à frente da Federação há cerca de 20 dias, com a proposta de alavancarmos o esporte e os denominados atletas de desempenho. Atletas estes que irão participar dos jogos nacionais e internacionais representando o Brasil”, disse Cristaldo ao site da FJMS.

A reportagem entrou em contato com o novo presidente da entidade, que preferiu não conceder entrevista devido ao estado de saúde. O primeiro obstáculo de Cristaldo é se recuperar da dengue, a epidemia que atinge cerca de 40 mil pessoas na Capital.

SITE CAMPOGRANDENEWS.COM.BR – 21/03/2013

Compartilhe essa Notícia:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *