Federação de Judô de Mato Grosso do Sul

Federação de Judô de Mato Grosso do Sul

Brasil conquista melhor resultado olímpico da história

Brasil conquista melhor resultado olímpico da história

Foram sete dias de muitas emoções. Choros de alegria e tristeza. União. Serenidade. E a certeza de que o judô brasileiro vive um momento ímpar. Foram quatro medalhas conquistadas no tatame da Arena ExCel, palco da modalidade nos Jogos Olímpicos de Londres. O melhor resultado olímpico da história do judô brasileiro em termos de quantidade e qualidade das medalhas alcançadas. Com quatro jovens judocas vindos de quatro cidades diferentes, de norte a sul do Brasil, a meta estipulada pela Confederação Brasileira de Judô foi 100% alcançada. Subiram ao pódio Sarah Menezes (48kg, ouro), Mayra Aguiar (78kg, bronze), Felipe Kitadai (60kg, bronze) e Rafael Silva (+100kg, bronze). Tiago Camilo (90kg) e Suelen Altheman (+78kg) terminaram em quinto lugar e Leandro Guilheiro (81kg) em sétimo.

As quatro medalhas do judô brasileiro nos Jogos Olímpicos de Londres conferiram a modalidade algumas marcas importantes:

– A meta estipulada pela CBJ antes dos Jogos foi atingida em sua plenitude: classificar pela primeira vez as 14 categorias; conquistar quatro medalhas; fazer uma final olímpica feminina; e trazer um ouro.

– Com as quatro medalhas, o judô chegou a 19 pódios olímpicos na história e passou momentaneamente a vela (16) como esporte que mais medalhas deu ao Brasil nos Jogos em todos os tempos.

– Este é o melhor resultado da história do judô brasileiro em Jogos Olímpicos. Qualitativamente, os melhores haviam sido Seul 88 e Barcelona 92, com um ouro cada. Quantitativamente, foram Los Angeles 84 (uma prata, dois bronzes) e Pequim (três bronzes).

– É também a oitava olimpíada consecutiva (desde Los Angeles 1984) que o Brasil traz medalhas olímpicas no judô – única modalidade a alcançar o feito.

– A última medalha de ouro no judô havia sido com Rogério Sampaio em 1992. Antes dele, apenas Aurélio Miguel havia conseguido o feito.

– Foram as primeiras medalhas olímpicas das categorias ligeiro e pesado masculino. As outras cinco (meio-leve, leve, meio-médio, médio, meio-pesado) já haviam subido ao pódio em edições anteriores.

– Mayra Aguiar, aos 20 anos, é a atleta mais jovem a conquistar uma medalha individual para o Brasil em qualquer esporte na história dos Jogos Olímpicos.

– Local de nascimento e idade dos atletas medalhistas:

Sarah Menezes, 21 anos, Piauí

Mayra Aguiar, 21 anos, Rio Grande do Sul

Felipe Kitadai, 23 anos, São Paulo

Rafael Silva, 25 anos, Mato Grosso do Sul

– Com as quatro medalhas, o judô chegou a 19 pódios olímpicos na história e passou momentaneamente a vela (16) como esporte que mais medalhas deu ao Brasil nos Jogos em todos os tempos.

– Todas as medalhas olímpicas do judô brasileiro:

3 ouros, 3 pratas, 13 bronzes:

1972 (Munique/GER): Chiaki Ishii (-93kg, bronze)

1984 (Los Angeles/USA): Douglas Vieira (-95kg, prata), Walter Carmona (-86kg, bronze) e Luís Onmura (-71kg, bronze)

1988 (Seul/KOR): Aurélio Miguel (-95kg, ouro)

1992 (Barcelona/ESP): Rogério Sampaio (-65kg, ouro)

1996 (Atlanta/USA): Aurélio Miguel (-95kg, bronze) e Henrique Guimarães (-65kg, bronze)

2000 (Sydney/AUS): Tiago Camilo (-73kg, prata) e Carlos Honorato (-90kg, prata)

2004 (Atenas/GRE): Leandro Guilheiro (-73kg, bronze) e Flávio Canto (-81kg, bronze)

2008 (Pequim/CHN): Ketleyn Quadros (-57kg, bronze), Leandro Guilheiro (-73kg, bronze) e Tiago Camilo (-81kg, bronze)

2012 (Londres/ING): Sarah Menezes (48kg, ouro), Mayra Aguiar (78kg, bronze), Felipe Kitadai (60kg, bronze), Rafael Silva (+100kg, bronze)

Perfil dos medalhistas:

Sarah Gabrielle Cabral de Menezes

Nascimento: 26/3/90, Teresina, PI

Altura: 1,54m

Peso: 48kg

Principais títulos: Campeã Olímpica Londres 2012 # 3ª colocada no Mundial Sênior de Paris (2011) # 3ª colocada no Mundial Sênior de Tóquio (2010) # Bicampeã Mundial Sub 20 (2008/2009) # Vice-campeã do Grand Slam do Rio de Janeiro (2011) # 3ª colocada World Masters (2011/2012) # 3ª colocada nos Jogos Pan-Americano de Guadalajara (2011)

Categoria: Ligeiro (48kg)

Clube: Academia de Judô Expedito Falcão/PI

Kumikata: Destra

Principal Golpe: Ippon-seoi-nage e Kouchigari

Ranking Mundial: 3o (2o com descartes)

Participação Olímpica: 2008 (48kg, sem colocação), 2012 (48kg, ouro)

Mayra Aguiar da Silva

Nascimento: 3/8/91, em Porto Alegre, RS

Altura: 1,77m

Peso: 78kg

Principais títulos: Bronze Olímpico Londres 2012 # Vice-campeã no Mundial Sênior de Tóquio (10) # 3ª colocada no Mundial Sênior de Paris (11) # Campeã no Mundial Sub 20 de Agadir (10) # Campeã do Grand Slam do Rio de Janeiro (11) # Campeã do Grand Slam de Paris (2012) # Campeã do World Masters (2012) # Prata nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro (2007)

Categoria: Meio-pesado (78kg)

Clube: Sogipa/RS

Kumikata: Canhota

Principal Golpe: Uchimata e Osotogari

Ranking Mundial: 1o

Participação Olímpica: 2008 (70kg, sem colocação), 2012 (78kg, bronze)

Felipe Eidji Kitadai

Nascimento: 28/7/89, em São Paulo, SP

Altura: 1,64m

Peso: 60kg

Principais títulos: Bronze Olímpico Londres 2012 # Campeão dos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara (2011) # Vice-campeão no Mundial por Equipes de Paris (2011) # Campeão da Copa do Mundo de Roma (2010) # Ouro nos Jogos da Lusofonia (2009)

Categoria: Ligeiro (60kg)

Clube: Sogipa/RS

Kumikata: Destro

Principal Golpe: Ouchigari e Taeotoshi

Ranking Mundial: 14o (11o com descartes)

Participação Olímpica: Londres 2012 (60kg, bronze)

Rafael Carlos da Silva

Nascimento: 11/5/87, em Campo Grande, MS

Altura: 2,03m

Peso: 150kg

Principais títulos: Bronze Olímpico Londres 2012 # Vice-campeão no Mundial por Equipes de Paris (2011) # Vice-campeão no Mundial por Equipes de Antalya (2010) # Vice-campeão dos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara (2011) # Campeão do World Masters (2012) # Vice-campeão do Grand Slam de Paris (2012) # Campeão da Copa do Mundo de Budapeste (2011)

Categoria: Pesado (+100kg)

Clube: Pinheiros/SP

Kumikata: Destro

Principal Golpe: Uchimata

Ranking Mundial: 3o

Participação Olímpica: Londres 2012 (+100kg, bronze)

Manoela Penna, de Londres

Compartilhe essa Notícia:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *