Andorra é escolhida sede de Olimpíada de “países nanicos”

O principado de Andorra foi escolhido nesta quinta-feira para ser a sede da 11ª edição dos Jogos Esportivos dos Pequenos Estados da Europa, competição que reúne atletas de países com menos de 1 milhão de habitantes. A disputa acontecerá entre 30 de maio e 4 de junho.

A competição, que acontece desde 1985, vai contar com cerca de mil atletas de Chipre, Islândia, Luxemburgo, Liechtenstein, Malta, San Marino, Mônaco e Andorra. Serão distribuídas medalhas em dez modalidades: atletismo, basquete, ciclismo, judô, natação, taekwondo, tênis, tênis de mesa, tiro e vôlei.

Esta será a segunda vez que Andorra organiza o torneio. A primeira foi em 1991. A competição, realizada a cada dois anos, teve o seu início em San Marino. Em 2003, a sede foi Malta.

Os países que disputam os Jogos têm pouquíssima tradição esportiva. Em toda a história das Olimpíadas, apenas seis medalhas foram entregues a atletas destes países (duas de ouro e uma de prata para Luxemburgo e uma de prata e duas de bronze para a Islândia).

Link permanente para este artigo: http://www.fjms.com.br/?p=45

Novo órgão centraliza todas as ações dos Jogos Pan-americanos – Rio 2007

A Prefeitura do Rio de Janeiro, em decretos publicados nesta semana (nos dias 10 e 11), no Diário Oficial do Município, detalha as atribuições da nova Secretaria Especial Rio 2007 – SE Rio 2007. As principais atribuições da Secretaria Especial Rio 2007 serão coordenar e planejar as ações destinadas à realização dos Jogos Pan-americanos Rio 2007, no âmbito da Prefeitura. O novo Secretário da pasta será Ruy Cezar, que deixa a Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, e terá como Subsecretário Claudio Versiani.

O Prefeito do Rio de Janeiro, Cesar Maia, disse que este é mais um passo na construção dos Jogos Pan-americanos Rio 2007. “Da forma como estamos reorganizando a nossa estrutura, vamos ter muito mais condições de acompanhar o andamento da organização dos Jogos Pan-americanos e tomar todas as providências necessárias para sua preparação”, comentou o Prefeito Cesar Maia. O Presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e do Comitê Organizador dos Jogos Pan-americanos Rio 2007 (CO-RIO), Carlos Arthur Nuzman, louvou a criação da Secretaria. “É mais uma iniciativa positiva da Prefeitura, demonstrando a importância do evento para a cidade do Rio de Janeiro”, avaliou Nuzman.

A Secretaria Especial Rio 2007 funcionará até 31 de dezembro de 2007, e sua equipe será formada por pessoal técnico remanejado de outras Secretarias Municipais e que já trabalhava no projeto dos Jogos Pan-americanos desde a elaboração da candidatura. Mediante solicitação, em caráter prioritário, poderão ser convocados servidores de todas as secretarias e demais órgãos municipais (fundações, autarquias e empresas públicas), com autorização do Prefeito. O modelo de administração repete o adotado pelos Jogos Olímpicos Sydney-2000, em que havia um órgão centralizador no âmbito do poder público. O Secretário Ruy Cezar explica que esta opção dá continuidade ao trabalho que já vem sendo elaborado pela Prefeitura, aperfeiçoando sua operação. “Estamos melhorando o que já estava funcionando bem”, avaliou o Secretário Ruy Cezar.

A Secretaria Especial será responsável por promover o relacionamento da Prefeitura do Rio de Janeiro junto aos órgãos do Governo Estadual e do Governo Federal que também cuidam dos Jogos Pan-americanos Rio 2007, além de manter estreito contato com o Comitê Organizador dos Jogos Pan-americanos Rio 2007 (CO-RIO) e com o Comitê Olímpico Brasileiro. A Secretaria fará o acompanhamento de todos os projetos, atividades e eventos relacionados aos Jogos Pan-americanos e Jogos Parapan-americanos a serem realizados na cidade do Rio de Janeiro. Também será sua atribuição implantar projetos com vistas à identificação de atletas em formação e com potencial para participar dos Jogos Pan-americanos Rio 2007. “Queremos promover o envolvimento total da população do Rio de Janeiro com os Jogos Pan-americanos, tanto nas arquibancadas como com a participação de atletas”, explicou o Subsecretario Claudio Versiani.

Ficam sob supervisão da nova Secretaria todas as instalações da Prefeitura que vierem a ser sede de competições ou de treinamento. O Decreto 25348, de 9 de maio de 2005, determina que a Secretaria Especial de Assuntos Estratégicos (SEAE) passa a denominar-se Secretaria Especial Rio 2007 (SE Rio 2007). O Decreto 25364, de 10 de maio de 2005, dispõe sobre a reorganização da Secretaria Especial Rio 2007.

Link permanente para este artigo: http://www.fjms.com.br/?p=44

PROJETO LANÇADO NESTA SEXTA, DIA 6, VISA A RESGATAR A IMPORTÂNCIA DAS COMPETIÇÕES ESCOLARES E UNIVERSITÁRIAS NO BRASIL

Uma iniciativa inédita e sem precedentes na história do esporte estudantil brasileiro, a qual incentivará e valorizará a prática esportiva desde as escolas até as universidades de todo o país. Esta é a síntese do projeto que foi lançado nesta sexta-feira, dia 6, no Espaço Criança Esperança, no Rio de Janeiro. Com base em um contrato firmado entre o Ministério do Esporte e o Comitê Olímpico Brasileiro (COB), tendo ainda a participação da Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU), as Olimpíadas Escolares e as Olimpíadas Universitárias pretendem resgatar a importância das competições estudantis no Brasil. O projeto contará com o apoio das Organizações Globo, sobretudo nas etapas nacionais.
Estiveram presentes ao lançamento do projeto o Ministro do Esporte, Agnelo Queiroz; a governadora do Estado do Rio, Rosinha Garotinho; o secretário Municipal para os Jogos Pan-americanos Rio 2007, Cláudio Versiani; o presidente do COB, Carlos Arthur Nuzman; o secretário geral do CO-RIO, Carlos Roberto Osório; o presidente da Confederação Brasileira do Desporto Universitário, Luciano Atayde Costa Cabral; o vice-presidente das Organizações Globo, José Roberto Marinho, representando as empresas de mídia Globo, além de secretários estaduais e municipais de esporte e lazer de várias regiões do país.
As duas competições serão realizadas anualmente e a expectativa é que, juntas, cheguem a reunir até oito mil participantes. A etapa nacional das Olimpíadas Universitárias acontecerá este ano em Recife, entre 16 e 26 de junho, e utilizará recursos da Lei Agnelo/Piva, com base no percentual destinado ao desporto universitário. Já as Olimpíadas Escolares serão divididas em duas faixas etárias. A etapa nacional da faixa de 15 a 17 anos está marcada para o período de 30/09 a 9/10. Na faixa que vai dos 12 aos 14 anos o evento está marcado para o período de 25/11 a 4/12. As duas competições escolares serão disputadas em Brasília e utilizarão, no que couber e de acordo com o limite permissível, os recursos da Lei Agnelo/Piva.
A proposta da parceria é a realização de um trabalho de longo prazo, envolvendo dois ciclos olímpicos, até dezembro de 2012. “Consideramos o esporte uma atividade de fundamental importância para o desenvolvimento do país, promovendo a inclusão social dos jovens na sociedade a partir de uma prática altamente positiva e saudável. O esporte, como atividade de inclusão social ou como competição de alto rendimento, é tratado pelo Governo Federal como uma política pública para o desenvolvimento social e econômico. As Olimpíadas Escolares e as Olimpíadas Universitárias integram esse esforço e demonstram a seriedade do trabalho que está sendo feito. Acredito seriamente que as Olimpíadas serão em pouco tempo um dos maiores eventos esportivos do Brasil”, afirmou o Ministro do Esporte, Agnelo Queiroz.
Rosinha Garotinho enalteceu a importância do esporte na sociedade. “O esporte unifica, cria critérios que a sociedade tanto necessita. Impõe limites, desenvolve a disciplina, responsabilidade, cooperação, vontade e o respeito. O esporte é mágico, fantástico. Queria parabenizar a todos os envolvidos por esta iniciativa inédita. Faremos muito esforço e estaremos na torcida para que os alunos do Estado do Rio sejam campeões nas etapas nacionais das Olimpíadas”, disse a governadora, que, juntamente com o Ministro do Esporte e o presidente do COB, visitou uma quadra onde crianças do Projeto Criança Esperança praticavam futsal. No local, as crianças receberam medalhas alusivas à data.
Para o presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, Carlos Arthur Nuzman, o projeto resgatará um espaço fundamental para a descoberta de novos talentos. “O esporte é indiscutivelmente uma das atividades que melhor contribuem para a inclusão social e para a formação educacional e cívica dos nossos jovens, além de promover a saúde física e mental. Além desses aspectos, esse projeto possibilitará que um jovem inicie as disputas no esporte de competição aos 12 anos na Escola e siga competindo até a Universidade. Isso permitirá o acompanhamento do talento descoberto desde a escola, que é a base de tudo”, comentou o presidente do COB, que lembrou sua iniciação esportiva. “Foi no Colégio Mello e Souza que desenvolvi minha habilidade no esporte e cheguei à Seleção Brasileira de vôlei. Também participei da Universíade, que deu uma lapidada à minha formação de atleta”, completou Nuzman, que agradeceu a Rosinha Garotinho, ao Ministro Agnelo Queiroz e ao secretário Cláudio Versiani, representante do prefeito Cesar Maia, pelo esforço na organização do Jogos Pan-americanos Rio 2007.
Outro envolvido no projeto, o presidente da CBDU, Luciano Atayde Costa Cabral, disse estar realizando um sonho. “Este projeto vai escrever uma nova história no esporte nacional, pois esta parceria dará visibilidade ao desporto escolar e universitário. Através do esporte podemos ter a inserção social, melhorando a saúde, renda da população, enfim, contribuindo para o desenvolvimento do país. Precisamos mudar os referenciais para as crianças de que atleta não precisa estudar. Esse é um dos principais objetivos das Olimpíadas Universitárias e Escolares”, definiu.
O vice-presidente das Organizações Globo, José Roberto Marinho, destacou a inclusão social promovida pelo projeto. “Temos a oportunidade, com todos os parceiros envolvidos, de trabalharmos essa causa esportiva e educacional de forma ampla, como talvez nunca tenha sido feito, já na perspectiva dos Jogos Pan-americanos que se realizarão no Rio em 2007, e com, isso, criar um novo patamar para o esporte e para a inclusão social através do mesmo em nosso país”, considerou.
Olimpíadas Universitárias – A competição, que substituirá os Jogos Universitários Brasileiros (Jubs), contará, no mínimo, com a disputa de oito modalidades: atletismo, basquete, futsal, handebol, natação, judô, vôlei e xadrez. Para a etapa nacional em Recife está prevista a participação de aproximadamente 2.500 alunos, representando cerca de 250 entidades de ensino superior, públicas ou privadas, reconhecidas pelo Ministério da Educação.
As Olimpíadas Universitárias 2005 servirão como seletiva para a Universíade, que este ano será disputada em agosto, na cidade de Ismir, na Turquia. Apenas alunos de até 28 anos poderão lutar pelas vagas. Pelo regulamento das Olimpíadas Universitárias um mesmo aluno só poderá participar de até seis edições do evento.
Olimpíadas Escolares – Com a previsão de cinco mil alunos envolvidos, as Olimpíadas Escolares substituirão os Jogos Escolares Brasileiros (Jebs). A competição será disputada em etapas nacionais, estaduais e municipais. Assim, chegarão à disputa da etapa nacional as escolas – públicas ou privadas – que tiverem se classificado primeiramente nas etapas anteriores. Integrarão o programa de competições as modalidades de atletismo, basquete, futsal, handebol, natação, judô, vôlei e xadrez.

Link permanente para este artigo: http://www.fjms.com.br/?p=43

Pan-americano de Katá

A cidade de Guaynabo, Porto Rico, sediará o VI Campeonato Pan-americano de Katá no próximo dia 21 de maio.

Pela quarta vez, o Brasil será representado pelos professores Rioiti Uchida e Luís Alberto dos Santos. Com o compromisso de manter a hegemonia, a dupla intensificou os treinamentos sob orientação do professor Mário Matsuda. Agora, o desafio de Uchida e Luís Alberto é conquistar o tetracampeonato nos três katás em disputa – nague-no-katá, katame-no-katá e ju-no-katá – repetindo as medalhas dos anos anteriores:

– 2001 (Córdoba / Argentina): três ouros
– 2003 (Salvador / Brasil): três ouros
– 2004 (Isla Margarita / Venezuela): três ouro

A dupla embarca no dia 17 de maio juntamente com a Seleção sub-25. O retorno da equipe brasileira está previsto para o dia 23.

Link permanente para este artigo: http://www.fjms.com.br/?p=42

Definida a equipe que representará MS no JAB’s

A Comissão Técnica da Federação de Judô de Mato Grosso do Sul reuniu-se no último dia 05 de maio e definiu a equipe que representará o Estado nos Jogos Abertos Brasileiros que será realizado nos dias 21 e 22 de maio no ginásio do Colégio ABC em Campo Grande/MS.

ATLETAS – FEMININO

SUPER LIGEIRO
EDIELY OLIVEIRA DOS SANTOS (ABC) – Titular
LILLIAN CAMPOS (MOURA) – Reserva
LIGEIRO
CRISLAINE LUIS PEREIRA (MARACAJU) – Titular
JULIANE ANDRADE (MARACAJU) – Reserva

MEIO LEVE
KAROLINE MARIA MENEZES DE REZENDE (RADIO CLUBE) – Titular
CLISELMA BRAGA (MARACAJU) – Reserva

LEVE
ALESSANDRA CLARO POLASTRINI (ROCHA) – Titular
CRISTIANE MACHADO (MOURA) – Reserva

MEIO MÉDIO
MICHELE FERRI OLMOS (ROCHA) – Titular

MÉDIO
ANNE TALITHA ALMEIDA FERREIRA SILVA (ROCHA) – Titular
PRISCILA RODRIGUES DA SILVA (MOURA) – Reserva

MEIO PESADO
TARITA ALMIRÃO DOS SANTOS (NALDO PEDRO) – Titular
ANDREIA ARAKAKI (ACJ) – Reserva

PESADO
FABIANA RODRIGUES DA SILVA (MOURA) – Titular

ATLETAS – MASCULINO

SUPER LIGEIRO
AMARILDO MAGALHÃES (ROCHA) – Titular
HERNANDO AMORIM (ABC) – Reserva

LIGEIRO
CLEITON LEE DE OLIVEIRA ROJAS (ROCHA) – Titular
JULIO GUIMARÃES (MOURA) – Reserva

MEIO LEVE
MARCELO DA SILVA MATOS (ROCHA) – Titular
FABIO LUIZ GASPARETO (ROCHA) – Reserva

LEVE
EVERTON APARECIDO MARIANO (MIFUNE) – Titular
KRISTIAN WEILLER DE CASTRO (ACJ) – Reserva

MEIO MÉDIO
JOÃO PAULO RIBOVSCK (ROCHA) – Titular
MARCEL TSUZUKI (MOURA) – Reserva

MÉDIO
ANGELO EDUARDO DUARTE BRANDÃO (MOURA) – Titular
PAULO FERNANDO COPPI (MOURA) – Reserva

MEIO PESADO
DOUGLAS MORRONE ANTONIO (ACJ) – Titular
DANIEL ASSUITI (SAKURA) – Reserva

PESADO
HELIO CENTURIÃO (ABC) – Titular
JORGE YAMAKAWA (SAKURA) – Reserva

Link permanente para este artigo: http://www.fjms.com.br/?p=41

CIRCUITO TBG DE JUDÔ/ FASE DE MATO GROSSO DO SUL

Foi realizado neste sábado, 07 de Maio, a primeira etapa do Circuito Nacional TBG, no Teatro de Arena do Horto Florestal, este circuito além de MS, será realizado ainda nos Estados de SP, PR, SC, RS, RJ e uma grande final na Cidade do Rio de Janeiro no dia 20 de Agosto onde os campeões dos Estados se confrontarão.

O campeão na grande final será patrocinado pela TBG, durante dois anos com uma a bolsa de R$ 500,00. Os participantes deste circuito são atletas de 15 a 21 anos com graduação no mínimo faixa-rocha.

Este Circuito é uma realização da Federação de Judô do Rio de Janeiro e Confederação Brasileira de Judô, com parceria da Federação de Judô de Mato Grosso do Sul e apoio da Prefeitura Municipal de Campo Grande através da FUNESP (Fundação Municipal de Esportes).

Este evento foi coordenado pela Federação de Judô de Mato Grosso do Sul, FJMS, teve como coordenador técnico o Prof. Jairo Rodrigues e supervisão de Ana Peixoto da Federação de Judô do Estado do Rio de Janeiro.

Durante a realização do circuito esteve presente o Gerente Regional Centro-Oeste da TBG o senhor Ananias Figueiredo de Souza e Diretores da FJMS e representante da FUNESP.

A arbitragem do circuito foi feita pelos árbitros da FJMS dos árbitros internacionais e quatro nacionais coordenada pelo Árbitro Internacional Marcos K. Shimabukuro.

Os campeões da fase de Mato Grosso do Sul:

CLEYTON LEE ROJAS – LIGEIRO – AC. ROCHA/ UCDB
FABIO LUIS GASPARETTO – M. LEVE – AC. ROCHA/ UCDB
THALES VINICIUS ROCHA – LEVE – AC. ROCHA/ UCDB
JOÃO PAULO RIBOVSKI – M. MÉDIO – AC. ROCHA
ANGELO EDUARDO DUARTE BRANDÃO – MÉDIO – AC. MOURA
FRANCISCO ALVES MOREIRA NETO – M. PESADO – AC. MOURA
GABRIEL RODRIGUES PANTOJA – PESADO – FUNLEC

Link permanente para este artigo: http://www.fjms.com.br/?p=38

TROFÉU BRASIL DEFINE CATEGORIA SUPER LIGEIRO NOS CAMPEONATOS PAN-AMERICANO E SUL-AMERICANO 2005

Os judocas Rafael Moreira Krug e Sarah Meneses conquistaram neste sábado, dia 7/5, a vaga na equipe que representará o país no Campeonato Pan-Americano (18-22/5, Porto Rico) e Sul-Americano (26-28/5, Colômbia) no super-ligeiro (homens até 55kg e mulheres até 44kg), durante o Troféu Brasil Interclubes de Judô, em Vila Velha/ES. O evento serviu como seletiva para categoria. Em sua quarta edição, o Troféu Brasil reuniu mais de 240 judocas de todo o país.

Nomes consagrados do judô nacional, como Daniel Hernandes (pesado), Danielle Zangrando (leve), Ednanci Silva (meio-pesado) e Priscila Marques (pesado) confirmaram o favoritismo e foram campeões em suas categorias. Medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Atenas 2004, Leandro Guilheiro voltou aos tatames após ficar oito meses afastado dos torneios devido a duas cirurgias e ficou na terceira colocação na peso leve.

Na disputa entre os clubes, o grande vencedor foi o Pinheiros (SP), com sete medalhas de ouro e duas de bronze, seguido pelo São Caetano (SP), com três ouros e cinco pratas.

O Troféu Brasil de Judô dá ao campeão de cada categoria de peso o direito de integrar o Ranking Nacional 2006, o que significa estar no grupo dos seis atletas pré-classificados para 2006, com chances de disputa das vagas para seletiva do Pan-2007 e Olimpíadas de 2008.

Campeões do Troféu Brasil Interclubes

Masculino

Super ligeiro (RAFAEL MOREIRA KRUG – Sogipa/RS)
Ligeiro (DENILSON MORAES LOURENÇO – Pinheiros/SP)
Meio leve (LEANDRO LEME CUNHA – Pinheiros/SP)
Leve (PEDRO GUEDES – Minas TC/MG)
Meio médio (FLAVIO HONORATO – São Caetano/SP)
Médio (ALEXSANDER GOSE GUEDES – Pinheiros/SP)
Meio Pesado (LEONARDO LEITE – Flamengo/RJ)
Pesado (DANIEL HERNANDES – Pinheiros/SP)

Feminino

Super ligeiro (SARAH GABRIELLE MENESES – Judô Falcão/PI)
Ligeiro (ANDREA BERTI RODRIGUES – Pinheiros/SP)
Meio leve (JULIENE ARIECHA – São Caetano/SP)
Leve (DANIELLE ZANGRANDO – ASS Rogério Sampaio/SP)
Meio médio (ERICA DE SOUZA MORAES – Minas TC/MG)
Médio (LUCIANA STIKO OHI – Pinheiros/SP)
Meio Pesado (EDINANCI SILVA – São Caetano/SP)
Pesado (PRISCILA MARQUES – Pinheiros/SP)

Resultado Geral de Clubes

Masculino

1º lugar – Pinheiros/SP (4 ouros e 1 bronze)
2º lugar – São Caetano/SP (1 ouro e 3 pratas)
3º lugar – Flamengo/RJ (1 ouro, 1 prata e 1 bronze)
4º lugar – Minas Tênis Clube/MG (1 ouro e 2 bronzes)

Feminino

1º lugar – Pinheiros/SP (3 ouros e 1 bronze)
2º lugar – São Caetano/SP (2 ouros e 2 pratas)
3º lugar – Minas Tênis Clube/MG (1 ouro, 1 prata e 1 bronze)
4º lugar – Judô Falcão/PI (1 ouro)

Link permanente para este artigo: http://www.fjms.com.br/?p=40

Leandro Guilheiro fica com o bronze no Interclubes

O judoca peso leve, Leandro Guilheiro, levantou a arquibancada durante o IV Troféu Brasil Interclubes de Judô, realizado neste sábado, em Vila Velha, Espírito Santo. A competição, que teve recorde de público, marcou a volta oficial de Guilheiro aos tatames em competições nacionais. Guilheiro ficou com a medalha de bronze.

“Competi num evento regional na semana passada, mas, com certeza, o Troféu Brasil marca a minha volta aos grandes torneios do judô brasileiro. O Troféu Brasil é uma preparação importante para a seletiva do Campeonato Mundial, em junho”, afirmou Leandro.

Oito meses após o bronze das Olimpíadas de Atenas e recém operado no punho e no quadril, o atleta representou a Associação de Judô Rogério Sampaio e brigou com garra pela terceira colocação, tendo sempre ao lado o treinador e também medalhista olímpico, Rogério Sampaio.

Link permanente para este artigo: http://www.fjms.com.br/?p=39

Guilheiro retorna aos tatames em torneio com olímpicos

Vila Velha (ES) – O leve Leandro Guilheiro passou os últimos oito meses longe das competições. Desde o bronze nos Jogos Olímpicos de Atenas, o judoca estava sem competir por causa de duas cirurgias: uma no pulso esquerdo outra no quadril. Mas neste sábado, o jejum chega ao fim com sua participação no Troféu Brasil Interclubes, em Vila Velha (ES).
“OTroféu Brasil marca a minha volta aos grandes torneios do judô brasileiro. Estou treinando muito forte há dois meses e, apesar de ainda não estar 100%, quero fazer o meu melhor e sair satisfeito comigo’, diz o judoca, que participou de uma competição regional há uma semana e já pensa no principal desafio da temporada. ‘O Troféu Brasil será uma preparação importante para a seletiva do Campeonato Mundial, em junho”.

Além de Leandro Guilheiro, que competirá pela Associação de Judô Rogério Sampaio, o evento terá a participação de outro medalhista de bronze em Atenas. Flávio Canto representará a Universidade Gama Filho na categoria meio-médio (até 81kg). Edinanci Silva, Danielle Zangrando, Vânia Ishii, Luiz Camilo e Alexandre Lee também estarão no tatame.

“É um torneio tradicional e este ano será mais disputado ainda, já que valerá vaga na seleção. Para os clubes é excelente, pois será a primeira oportunidade deles medirem forças nacionalmente neste ano. Acredito que teremos combates de alto nível técnico“, diz o técnico da seleção brasileira Luiz Junite Shinohara.

Link permanente para este artigo: http://www.fjms.com.br/?p=37

Torneio promete patrocínio de dois anos a campeões

Rio de Janeiro (RJ) – A promessa de 24 meses de apoio, garantindo melhores condições de preparação até os Jogos Pan-americanos de 2007, é um dos principais atrativos do Circuito TBG de judô. A competição, que foi criada pela Federação do Estado do Rio de Janeiro da modalidade em parceria com a Transportadora Brasileira Gasoduto Bolívia-Brasil (TBG), é aberta para judocas masculinos sub-21, a partir da faixa roxa e começa neste sábado com disputa nas categorias ligeiro, meio-leve, leve, meio-médio, médio, meio-pesado e pesado.
Podem participar atletas de Mato Grosso do Sul, Campinas (SP), Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. O Circuito contará com seis fases regionais e uma final no Rio. Os campeões de cada etapa em cada categoria seguem para a final com todas as despesas pagas e os vencedores da super final garantem o patrocínio mensal.

“A idéia é incentivar o aparecimento de novos valores para o esporte, oferecendo as condições necessárias para que novos talentos possam chegar à seleção brasileira”, afirma o presidente da Federação do Rio, Ney Wilson Pereira da Silva.

Confira a programação das etapas:
Campo Grande (MS) – 7 de maio
Toledo (PR) – 4 de junho
Campinas (SP) – 11 de junho
Rio de Janeiro (RJ) – 12 de junho
Blumenau (SC) – 2 de julho
Porto Alegre (RS) – 10 de julho
Rio de Janeiro (RJ) – 20 de agosto – Grande Final

Link permanente para este artigo: http://www.fjms.com.br/?p=36

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com