Presidente da Federação de Judô quer popularizar esporte

Recém-eleito para comandar a FJMS (Federação de Judô de Mato Grosso do Sul), Cesar Augusto Progetti Paschoal tem como meta principal “pulverizar” o esporte no Estado. Com cerca de mil praticantes, o dirigente quer dobrar este número nos próximos quatro anos. Para isso, pretende aumentar a divulgação da modalidade, através de campanhas e convênios com a entidade privada.
Paschoal, 38 anos, calcula que a Federação tenha atualmente entre 600 a 650 judocas filiados. Há 12 anos fazendo parte da diretoria e 22 praticando o esporte, ele considera baixo a quantidade de esportistas. Para reverter a situação, afirma que um dos trabalhos será a divulgação em massa dos eventos e dos resultados obtidos em Mato Grosso do Sul. “Temos atletas classificados em seleções em praticamente todas as categorias”, alega.
Único candidato, Paschoal foi eleito por aclamação no último domingo e substitui João Rocha, que agora ocupará o cargo de 2º vice-presidente. Completa a diretoria, Jairo Ricardes Rodrigues, nomeado vice-presidente. Nascido em Presidente Prudente, Paschoal é advogado e reside em Campo Grande há pelo menos 30 anos.

Link permanente para este artigo: http://www.fjms.com.br/?p=25

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com