JUDOCA MICHELE FERREIRA, DO PARADESPORTO, GANHA CARRO DA NISSAN

"Sem enxergar, judoca encara maratona no ônibus para manter filha de 3 anos

Medalhista paralímpica Michele Ferreira tem menos de 15% de visão no olho e enfrenta rotina de horas por dia no transporte público

A rotina de Michele Ferreira é parecida com a de muitos brasileiros. Acorda cedo, carrega a filha de três anos no ônibus em direção à creche, vai à faculdade e depois pratica sua profissão, que é o judô. Mas agora imagine fazer tudo isso sozinha e com menos de 15% de visão. Este é o cotidiano que poucos conhecem da primeira medalhista verde-amarela nos Jogos Paralímpicos de Londres 2012.

FOTO: FERNANDO MAIA/CPB

“É um pouco complicado, pois Campo Grande (MS) não é uma cidade das mais seguras. Até agora não me aconteceu nada, só que é bem perigoso. O mais difícil é chegar no ponto e conseguir chamar o ônibus certo... preciso da ajuda dos outros para ler. Mas ainda bem que até agora tudo deu certo”, comentou a atleta de 28 anos em entrevista ao iG . Estudante de Educação Física, Michele consegue se manter graças ao programa Bolsa Atleta, que recebe do Governo Federal. Entretanto, a lutadora sempre encontrou sérias dificuldades para manter os treinamentos por conta dos problemas de locomoção com a deficiência visual. Medalhista de bronze nas Paralimpíadas de 2008 e 2012, Michele é vítima de uma toxoplasmose congênita. Ainda sem rumo, ela estava à procura de algum projeto para cegos nove anos atrás quando conheceu o judô. Depois, rapidamente se adaptou à arte marcial e entrou na seleção. Mas apesar de ter se tornado uma das melhores do mundo na modalidade, a judoca quase largou o esporte para cuidar da filha Emily. Mesmo contando com a ajuda dos pais, Michele é a principal encarregada da criança e às vezes chega a precisar de até duas horas por dia para levar e buscar Emily na creche em meio aos treinamentos. “O que me dá mais medo é ser assaltada ou alguma coisa assim, mas é melhor pensar positivo”, destacou a judoca. Agora Michele foi contemplada pelo projeto NISSAN, e vai receber auxílio para melhor locomoção, dentre outros, vai receber um veículo NISSAN. de todo o Brasil, apenas Felipe Kitadai (Bronze em Londres) e Michele Ferreira (Bronze em Londres) representantes do Judô, vão receber o patrocínio da NISSAN. FONTE: WWW.IG.COM.BR

Link permanente para este artigo: http://www.fjms.com.br/?p=1489

1 comentário

    • cesar paschoal em 29 de novembro de 2012 às 15:23
    • Responder

    PARABÉNS MICHELE E SEU TÉCNICO, PROF. ESMI JR.

    MUITO MERECIDA ESSA CONQUISTA, QUE É DE TODOS NÓS.

    VALEU

    CESAR

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com